segunda-feira, 17 de julho de 2006

Cinto de segurança

Ontem estava dirigindo e me sentindo incomodado pelo cinto de segurança. Foi então que comecei a pensar a respeito da obrigatoriedade de se usar o cinto. Sim, porque na época que meu pai começou a dirigir a obrigação existia apenas em rodovias. Não estou dizendo que não usaria o cinto se não fosse obrigatório, apenas fico indignado porque há momentos em que gostaria de não usá-lo, mas não posso pois estaria sujeito a tomar multas.

Por que sou obrigado a usar o cinto se não usá-lo prejudicaria somente a mim? Se estão tão preocupados com meu bem estar por que não proíbem o cigarro e as bebidas alcoólicas? Esses sim não prejudicam apenas quem os usa.

Logo depois de me fazer essas perguntas já soube da resposta. As indústrias do cigarro e das bebidas jamais permitiriam que seus produtos fossem proibidos. Proibir a pessoa de não usar cinto não prejudica nem beneficia ninguém, afinal os carros já possuíam cintos antes de nos obrigarem a usá-los. Mas com cigarro e bebida não é assim. Se eles fossem proibidos muita gente perderia dinheiro.

A conclusão meus amigos, é muito simples. Ninguém está preocupado com nosso bem estar. A verdade é que esse país é movido por demagogia e, principalmente, dinheiro.
Postar um comentário