domingo, 21 de agosto de 2011

Por que não repassar correntes desesperadamente

Recebi o email abaixo, que não deixa de ser uma corrente, mas pelo menos é um alerta importante:

O que há por trás das mensagens de crianças desaparecidas.

Segue abaixo um bom relato para NÃO passar qualquer e-mail de pedido,

promoção, protestos ou acusações sem antes verificar a veracidade dos fatos.


Uma pessoa recebe uma mensagem comovente, com uma foto de uma criança desaparecida,doente... e logo depois de receber a comovente mensagem a repassou para vários amigos. Veja a resposta de uma das pessoas que recebeu a mensagem e checou a informação:


''Esse telefone não é de Niterói. Se você ligar direto, sem usar o DDD, a ligação não completa. Se usar o código 21, também não completa."

Esses e-mails bem apelativos são criados por pessoas inescrupulosas para conseguir algo muito valioso para eles: o nosso endereço de e-mail.

Qual candidato a deputado, dono de joalheria, diretor de banco, financeira etc., que não quer oferecer seus produtos ou dar o seu 'plá', sem qualquer custo, para uma clientela seleta dessas:

você, que é @yahoo e eu, que sou @petrobras... ou @uol... etc...


Daí você manda para outros @gmail, @zipmail, eu mando para @petrobras, @uol, @hotmail, etc..


Alguém recolhe esses endereços, deleta os @ig da vida e vende por uma nota para os clientes acima.

Sou do comitê de segurança da informação da minha empresa e todos os e-mails desse tipo que chegam, eu verifico a validade.


Após mais de dois anos realizando este trabalho, somente um e-mail foi realmente verdadeiro: era sobre um cadastramento de pessoas carentes para fazer cirurgia de palato, (lábio leporino) em crianças. Liguei e era real... O resto, tudo mentira.


O último foi do banco Santander, que estaria recrutando pessoas com deficiência física para trabalhar. Aqui, todo mundo ficou sensibilizado e quando eu recebi, simplesmente entrei no site do banco.

Achei um pop-up (janelinha automática) que desmentia a notícia... O do banco de olhos em Sorocaba, embora o hospital exista, não procede a informação, não estão pedindo córneas, tão pouco o hospital é maçônico. Liguei e falei pessoalmente com a direção do mesmo.


Seguem algumas dicas do nosso comitê para não cairmos nestas armadilhas:

1- Atenção: Escrever um mail ou enviar qualquer coisa pela Internet é fácil, portanto, NÃO ACREDITE automaticamente em tudo;.

2- Observe o texto, reflita, analise, cheque tudo antes de repassar aos amigos. Se não tiver tempo para isto, NÃO REPASSE o e-mail;

3- Quando nós recebemos mensagens pedindo ajuda para alguém, com alguma foto comovente, não repasse apenas “para fazer a sua parte...” pode haver alguém cheio de más intenções, por trás desse e-mail.... Verifique a veracidade das informações... Afinal, próximo de sua casa, há sempre alguém carente que você poderá ajudar, se esta for sua opção de vida;

4- Cuidado! Muito cuidado com mensagens-lista de dados de pessoas , que cada um vai assinando, colocando seus endereços e telefones reais, repassando... Podem facilmente ser utilizados por hackers, spammers, assaltantes, seqüestradores etc.;

5- E AGORA, O MAIS IMPORTANTE :Quando reenviarem mensagens, RETIREM OS NOMES E E-MAILS DAS PESSOAS POR ONDE AS MENSAGENS JÁ PASSARAM! . E o nome de quem mandou para você também;

6- Existem programas rodando na Internet (espiões) para pegar “tudo que tiver antes ou depois de um @”. Isso é vendido para spammers e hackers, cuja intenção muitas vezes é de espalhar vírus ou pishings (programinha que rouba seus dados no seu computador, sem que você saiba);

7- Reforçando: Quando for encaminhar uma mensagem para mais de uma pessoa, NÃO PREENCHA O 'PARA' (to:) NEM O 'CC' (cc:). ENVIE O 'CCO' (CÓPIA CARBONO OCULTA/ COM CÓPIA OCULTA) onde não aparecerá o endereço eletrônico de nenhum destinat ário.

Quando todos nós fizermos isso, livraremos a Internet de 80% dos malwares, spammers e outras inconveniências...


CAMPANHA POR UMA INTERNET SEGURA

Adote esta ideia ao enviar/responder/encaminhar uma mensagem:

1) Apague o meu e-mail e o meu nome;
2) Apague também os endereços dos amigos antes de reenviar;
3) Envie ou encaminhe como cópia oculta (Cco ou Bcc) aos seus destinatários.


Agindo sempre assim, dificultaremos a disseminação de vírus e spans.

Entre você também na campanha do e-mail limpo:
- Remova todos os dados dos remetentes
- Envie com cópia oculta (Bcc / Cco)

"Campanha contra a Inocência útil na Internet"
Postar um comentário