sábado, 16 de dezembro de 2006

Aumento de Salário

Revolta. Essa é a palavra que melhor define meu sentimento ao ler uma notícia como essa:
http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1300613-EI7896,00.html

Como pode ser aceitável que alguém decida o aumento do próprio salário? Se eu tivesse o poder de decidir meu próprio salário já estaria rico. Nós é que pagamos os salários de muitos safados que só estão lá pra nos roubar ainda mais.

Não basta ganhar R$24,6 mil por mês, eles ainda precisam de "auxílio passagem aérea, que varia de R$ 8 mil a R$ 14 mil por mês, uma cota postal telefônica de R$ 4,265 mil, auxílio moradia de R$ 3 mil, verba de gabinete de R$ 50 mil e verba indenizatória de R$ 15 mil." Parece piada, mas infelizmente não é. Enquanto a maioria dos brasileiros sofre pra sobreviver com um salário irrisório e no máximo um auxílio transporte (descontado em parte do salário) esses senhores de Brasília se esbaldam com o dinheiro público.

Diante de tudo isso o brasileiro se cala e continua aceitando todos os absurdos da nossa política. Se você não quer sair da frente do seu computador, pode pelo menos enviar um email pros parlamentares que aprovaram esse aumento. Duvido que eles leiam o que recebem, mas ao menos é uma forma de colocarmos pra fora aquilo que pensamos.
Postar um comentário