quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

Dinheiro

Hoje constatamos no trabalho como o dinheiro circula rápido. Já explico.

Tudo começou quando paguei uma parte um pouco maior do que devia no estacionamento da confraternização ontem. Com isso o Samir ficou me devendo 4 reais. Hoje o Marcelo pagou pra mim uma cópia autenticada. Dei uma nota de 5 pra pagá-lo e ele ficou me devendo 1 real. Passadas algumas horas ele veio me pagar com uma moeda de 1 real. Em seguida veio o Samir e me pagou os 4 reais com uma nota de 5. Assim sendo dei a ele de troco a moeda de 1 real que tinha acabado de receber do Marcelo.

E daí? Daí que no fim das contas fiquei com exatamente a mesma nota de cinco que havia usado pra pagar o Marcelo e a moeda que o Marcelo me deu e repassei pro Samir era exatamente a mesma moeda que o Samir tinha usado pra pagar uma dívida ao Marcelo.

Vim embora com a sensação de que a cópia foi gratuita. Na verdade ela foi usada pra pagar a dívida que o Samir tinha comigo, indiretamente. O dinheiro circula rápido, mas infelizmente ele não volta todo pra sua mão como me aconteceu hoje.
Postar um comentário